Sealight - Dead Letters (2011)

01. Dead Letters
02. White Walk
03. The Moon
04. When The Rain Starts
05. La Nieve











Por vezes preciso de escalar montanhas para esquecer a cidade..., uma das frases contida neste disco maravilhoso, de encantos bucólicos. Não tem havido um dia em que não o ouço desde que chegou às minhas mãos, reflicto com a música, pondero nestes trilhos que percorremos com os nossos passos. Temos alturas em que precisamos disso mesmo, de olharmos um bocadinho para dentro de nós, de percebermos o que nos trouxe aqui e para onde iremos a seguir.

Composto por cinco temas, este EP recorda-me das atmosferas do último disco dos Au Revoir Borealis, ou dos momentos mais delicados de uns Piano Magic por exemplo. Somos envolvidos com o dedilhar suave e hipnótico da guitarra, a voz, feminina, fala-nos de histórias, de necessidades pungentes, quase sentimos o coração a apertar. A estética dos tempos áureos da editora 4AD, mostra-se presente tanto no design do disco, como no ambiente sonoro. A produção por parte de Robin Guthrie (Cocteau Twins) também ajuda.

Alguns temas, já de si de uma beleza premente, ganham contornos de arrepios quando o som de um trompete ou de uma concertina irrompe do pulcro das melodias. ‘The Moon’ é um bom exemplo disso, como se a própria Lua e as estrelas ficassem mais perto ao sabor do ritmo.

‘Dead Letters’ é um disco que nos adoça o espírito, de uma melancolia acolhedora que nos transporta para locais bons. Calmo, toca-nos com a fragilidade das emoções, o tempo pára e ficamos a pensar onde estivemos, com vontade de voltarmos para lá o mais rápido possível.

Site: http://www.sealight.fr
Facebook: http://www.facebook.com/sealightmusic
Editora: http://www.commission45.org/

2 comentar

Click here for comentar
12 outubro, 2011 21:14 ×

Com uma 1ª aproximação, um som bastante reconfortante.
Abraço.

Reply
avatar
Azelpds
admin
12 outubro, 2011 23:38 ×

Uma pessoa fica a querer mais. :)
Outro abraço ;)

Reply
avatar