Black Swan Lane - The Sun and the Moon Sessions (2009)

01. Lie Still
02. Turn Out The Light
03. Tidal Wave
04. Fino a Sera
05. Love and Light
06. Weigh It Down
07. An Individual Mind
08. Purest Joy
09. Heard Her Scream
10. Don’t Know Where You’re Going
11. Take Your Time
12. Bend
13. The Rest Of Everything
14. Dead
15. Say Goodbye
16. Sleep
17. Mother Nature
18. Pray
19. Last Seconds
20. Age End


Ouvir um disco como este segundo álbum dos Black Swan Lane pede condições muito especiais. Luzes apagadas, em silêncio, sozinhos, acompanhados, existe uma aura que nos dá conta que vamos embarcar numa viagem por ambientes como poucos.

Constituídos por elementos de bandas como os Chameleons, Messengers, The Sun and The Moon, entre outros, os Black Swan Lane sempre tiveram uma ligação próxima com os fãs, ao ponto que muitas faixas partilhadas no myspace não aparecem sequer nos álbuns da banda até ao momento, e algumas surgem aqui com roupagens significativamente diferentes. Algo que se nota também, é que muitas, agora no contexto do álbum, soam de outra maneira, e melhores até, invés do resultado anterior, de quando estavam isoladas de toda esta maravilha sonora com duração de 75 minutos.

Abrindo com ‘Lie Still’, o álbum começa muito bem, mas tal como no excelente registo de estreia, é consoante avançamos que vamos percebendo, e sentindo, a beleza rara que se encontra aqui, com o todo a ter um dos seus primeiros picos na transição da instrumental ‘Fino a Sera’ para a nova versão da magnífica ‘Love and Light, passando logo de seguida para um dos temas que mais adoro, ‘Weight It Down’. Raios, como adoro esta faixa, com o seu começo calmo, o grito uns segundos depois, a urgência das palavras e melodia, onde a mudança de ritmo aos 3 minutos e 15 é algo de muito especial. A melancolia na voz, a sensação de perda, calafrios a percorrerem-nos o corpo. É catártico e sim, a qualidade mantém-se depois disto, chegando quase a ser demais para absorver de uma só vez.

O dedilhar das guitarras, as vozes, o resto dos instrumentos, sente-se um calor que nos acaricia os sentidos, como se neste momento nada mais importasse, como se cada tema nos puxasse mais e mais, para dentro de um mundo muito próprio. A metade final de ‘Dead’, com voz e instrumentos em crescendo brutal, é outro exemplo para se perceber a qualidade que este disco exala. Aqui celebra-se a vida, sem dúvida, por muito que as letras possam parecer algo negras por vezes. E seguindo este raciocínio, há que falar obviamente da minha faixa predilecta.

Cantada pela voz quente de Kwasi Asante, ‘Mother Nature’ é de uma beleza impressionante. Se antes, tanto nas colaborações em que participou com os Chameleons, assim como no primeiro disco dos BSL, sentia-se que faltava algo na mistura de sonoridades, ao ponto de parecerem deslocadas, aqui é um dos melhores temas do álbum, assim como dos que já ouvi na minha vida, entrando directamente no coração. É tremendo, o ambiente sonoro, as guitarras, a voz, arrepiam todos os pêlos do corpo, uma celebração de estarmos vivos, da vida, da natureza, uma comunhão perfeita de sensações e sentimentos, uma simbiose criativa atingida em pleno. E sem nos deixar respirar, o álbum mantém este padrão elevado na recta final, culminando de forma perfeita com ‘Age End’. Depois disto, só temos mesmo de voltar a carregar no botão que nos permite repetir a dose.

O disco está à venda através do site oficial da banda, sendo claramente recomendado por estes lados. Um trabalho ímpar de uma banda que se torna mais e mais importante a nível pessoal consoante o tempo passa, como se fosse um amigo do peito, que nos fala ao ouvido, acalmando-nos com as suas palavras. Em direcção às estrelas, é um privilégio podermos escutar música como esta na Terra.

Site oficial: http://www.blackswanlane.com
Facebook: https://www.facebook.com/blackswanlane
Youtube: https://www.youtube.com/user/blackswanlane1/videos


Black Swan Lane - Things You Know and Love
Black Swan Lane - A Long Way From Home

6 comentar

Click here for comentar
André Leão
admin
12 junho, 2009 10:04 ×

Vou já encomendar via Redsun. Esperava ansiosamente pela saída deste álbum...

Reply
avatar
Azelpds
admin
12 junho, 2009 13:42 ×

O album está mesmo muito bom. E muitas das faixas que eles foram metendo no myspace nem estão aqui, fora já terem lá umas novas.

Já quase não se faz música assim hoje em dia. :)

Reply
avatar
12 junho, 2009 14:22 ×

Bolas... muito bem ... dá para soltar as palavras e as colorir.

Reply
avatar
Azelpds
admin
12 junho, 2009 15:01 ×

É não é? Acho que a música é inspiradora mesmo, leva-nos para sítios MUITO bons. :)

Reply
avatar
12 junho, 2009 15:48 ×

;) ... é sem duvida uma belíssima partilha ... vou usa-la brevemente

Reply
avatar