Newsletter do blogue: uma nova roupagem para facilitar a comunicação


Numa altura em que reinam a dispersão e o caos nas redes sociais, com um fluxo de informação constante decidido por algoritmos que fomentam a crispação e que grande parte da própria informação não seja vista pelas pessoas, o uso de boletins informativos, vulgo newsletters, tem vindo a crescer por razões óbvias. A principal é que dessa forma a informação chega sempre a todos os assinantes e no conforto do e-mail, ficando acessível a qualquer instante. Junte-se a isto o factor do correio electrónico ser uma ferramenta amplamente utilizada pela generalidade do público.

No seguimento deste raciocínio e realidade, assim como do décimo aniversário do blogue, a newsletter apresenta-se agora com uma outra roupagem que vai além das meras evoluções estéticas. Tecnicamente existiram alterações e introduções de códigos, o que permite a existência da pequena janela (vulgo popup) que surge após cinco segundos da primeira vez que visitarem este espaço. Nas visitas seguintes ela já não aparecerá. Podem sempre optar também por subscrever a newsletter através da pequena caixa situada no top da coluna do lado direito do blogue.

No que toca a novidades relacionadas com o conteúdo, vão existir igualmente algumas alterações. A forma como os assinantes recebiam regularmente no e-mail as publicações do blogue assumirá agora uma frequência mensal em jeito de resumo com todas as entradas efectuadas durante esse período, invés de as receberem logo após cada publicação nova como acontecia anteriormente. A ideia é evitar um excesso de envios porque estão previstas outras novidades. Notificações antecipadas de eventos ou notícias relacionadas com as actividades deste blogue é uma delas. Não se surpreendam, portanto, se receberem algo no e-mail uns dias antes de falar sobre o assunto aqui, por exemplo. Outra motivação e, porventura, a melhor, é a possibilidade de receberem conteúdos exclusivos como aconteceu no período do Natal de 2016, em que os assinantes da newsletter tiveram direito a um podcast inédito, com design a condizer.

Saliento que, por iniciativa própria como por minha, algumas das pessoas que têm seguido o blogue ao longo dos anos e as que apoiaram a campanha dos livros Histórias em Cellophane e Moléculas (ou outras iniciativas) já estão registadas na respectiva newsletter. Caso o vosso e-mail não esteja na lista já sabem o que fazer. ;) Ou se pretenderem deixar de lá estar o processo também é fácil. :)