Gravidade Zero c/ Azelpds #63

"Sem referências, algo a que nos agarrarmos, estamos sujeitos a cair em armadilhas que expõem possíveis vícios de pensamento quando as mesmas nos são reveladas posteriormente.

Por diversas vezes, vivermos na ignorância do conhecimento, deixarmo-nos ir, sentir na pele, é o melhor, só com a música, com o momento, com o agora, sem olhar a nomes, mas a piada também reside aí, na subversão das expectativas, das realidades que construímos em nosso redor, desvanecidas ao som de um assobio final, de quem sorri e desaparece gradualmente."

#63 The Trap
Guardar [MP3, ZIP] Duração [57:00] Data: 17-05-2010

Playlist:
01. U2 - Bass Trap
02. One For The Team - I Got Tamed
03. Bethesda - Tunnels
04. Picnic - Too Fast
05. Golden Triangle - Neon Noose
06. Infinite Body - Dive
07. An Emerald City - Seizuretron
08. Ef - Longing For Colors
09. Asobi Seksu - Red Sea
10. Kill Krinkle Club - Airport
11. Jamie Long - Aquarium
12. William Fitzsimmons - So This Is Goodbye (Pink Ganter Remix)
13. The Hush Now - Thorns
14. Edward Sharpe & The Magnetic Zeros - Home (RAC Mix)

6 comentar

Click here for comentar
(H)Olga
admin
17 maio, 2010 02:12 ×

Depois deste texto fiquei bastante curiosa com a playlist :)

Reply
avatar
Azelpds
admin
17 maio, 2010 02:31 ×

:)

Saiu-me, se bem que tinha na cabeça algumas conversas, como a questão do que conhecemos ou não, ou a mania que por vezes existe de mudar-se de opinião quando vemos o nome de algo, ou de uma banda por exemplo, ou até a última troca de comentários no teu blogue. :D

Mas, o texto saiu-me assim no momento e esta é outra daquelas emissões que nem sei bem como a consegui fazer sequer com a falta de tempo, mas acho que até gosto do que saiu, tem um bom ambiente :)

Reply
avatar
(H)Olga
admin
17 maio, 2010 12:31 ×

Pareceu-me ter haver com isso, daí ter dito que estava curiosa ;)

Reply
avatar
Azelpds
admin
17 maio, 2010 12:48 ×

A introdução pelo menos, será um perfeito exemplo parece-me ;)

Já nas noites acaba por acontecer o mesmo, a subversão e caos que só parece ter a sua lógica ouvindo na hora e que observando posteriormente os nomes aparenta ser uma mistura algo estranha. :p

Reply
avatar
elsafer
admin
17 maio, 2010 22:16 ×

deixar fluir permite-nos sentir e soltar do pragmatismo da vida.
com musica ... sem duvida
:)

Reply
avatar
Azelpds
admin
17 maio, 2010 22:37 ×

A vida sem música... não seria bem a mesma coisa ;)

Reply
avatar