Twiggy Frostbite - Through Fire (2009)

01. Intro
02. Eye For An Eye
03. Morning
04. Thrown In Two
05. Chimera
06. Heroes
07. Grime Star
08. Narrow Pride
09. Along Your Way
10. All I Need
11. Still Here
12. Angels



É mesmo isto. Expressão usada quando encontramos algo com que nos identificamos, um exteriorizar representativo do nosso sentir, do nosso eu, do nosso presente. A pequena introdução, seguida da voz frágil que começa o segundo tema, convida-nos a chegar mais perto, tanto nas palavras que ela nos diz, como na melodia e ambiente da música. Isto promete ser especial, mágico até, penso eu por esta altura, completamente rendido e deliciado.

Sem sinal de parar, tudo fica ainda mais bonito no tema que se segue e começo a sentir aquela ansiedade e sorriso típico que me leva a tentar encontrar e encomendar de seguida um disco só pelo prazer de o partilhar depois nas noites que faço.É mais forte que eu, extremos de impulsividade. E sim, já o fiz, que se dane, estou a adorar isto.

Podia dizer que um dos membros deste trio feminino faz parte dos The Deer Tracks, ou que o mesmo é oriundo da Suécia, mas sinceramente isso não importa por muito que possamos sentir que um disco como este só podia vir da região da Escandinávia.

Chegado à faixa cinco, dou comigo a olhar muito sério para lado nenhum, focado no som, na tal magia que brota destas melodias. Perder a noção do tempo a olhar para o nada nunca foi tão apelativo, que música tão linda penso, mal sabendo o que me esperava de seguida, numa das sequências mais eficazes e tocantes que pude ouvir recentemente. ‘Heroes’ é A FAIXA, em que a expressão que inicia este texto faz mais sentido que nunca, derrete-nos o coração, linda linda linda, com vídeo a condizer também. Raios, como isto me faz sentir vivo, só apetece rodopiar até cair, seja lá onde for.

E ainda só estou na primeira metade, sem sinal de abrandamento nas emoções e no que o mesmo nos oferece, credo, isto é mesmo bom, as luzes reflectidas na janela até se tornam diferentes e tudo. Pondero se isto não é abusar da nossa capacidade como seres sensíveis e ele lá continua, faixa após faixa, tornando inúteis quaisquer tentativas de categorização, ousando até dizer-nos na penúltima faixa que ainda aqui está, que isto ainda não acabou, para aguentarmos só mais um pouco. Caneco, sinto-me exausto e ao mesmo tempo com uma ânsia por mais, ouvir e ouvir sem parar, tremo com as descargas em crescendo das guitarras, com os pormenores das teclas, pequenas notas, com a voz, sempre ela, sei que estou longe, muito, não quero saber, é mesmo isto.

Site oficial: http://www.twiggyfrostbite.com/
Facebook: https://www.facebook.com/twiggyfrostbite
Soundcloud: https://soundcloud.com/twiggyfrostbite

2 comentar

Click here for comentar
elsafer
admin
17 abril, 2010 18:24 ×

as palavras que contam a história de um som ... uma proposta de encantamento

Reply
avatar
Azelpds
admin
18 abril, 2010 14:50 ×

Adoro este disco, apanhou-me de surpresa e da melhor maneira. :)

Reply
avatar