HOJE: DJing @ Agito



Poderia apenas dizer que os últimos dois podcasts neste blogue têm pistas para esta nova noite no bar Agito. Mas apetece-me mais, sempre mais. Há uma forma de bonito, um desejo de bonito, uma saturação do comportamento habitual das pessoas, da sua falta de consideração com o outro, da sua falta de respeito para comigo.

Pelo meio observo inúmeros espaços e pessoas, pequenos apontamentos relegados para a irrelevância. Tudo em prol do lugar comum. Foram já tantos com os anos, já nem consigo ficar triste nem os ombros se encolhem. Discutir futuros é em si outra forma de utopia, como tal pensemos antes num reavivar de falta de concessão, numa atitude que será tão natural como lógica perante o que nos fazem a quem ainda tenta lutar por algo.

Acho que me perdi um pouco nos últimos tempos, tentei ceder e enveredar por um meio-termo, caí novamente no erro crasso de pensar demasiado nas pessoas, no potencial de nós enquanto seres humanos. Isto reflectiu-se na música, nas exposições de fotografia e noutros aspectos e áreas. Isso acabou. Chega de começar a odiar a distorção em que se estavam a tornar os sonhos, acabemos com os sorrisos e simpatia, com a atitude de se estar sempre disposto a dar a outra face. Há que assumir no que somos realmente bons ou o que podemos oferecer e marcar uma posição, caso contrário somos apenas mais um.

Se estiverem interessados em ouvir boa música, quem sabe um pouco diferente da norma, a entrada é livre e estarei no Agito a partir das 22:00 sensivelmente. Quem estiver numa de chatear-me a cabeça com os pedidos de sempre ou de pensar que somos uma jukebox humana, pode ficar em casa a ver o futebol ou a beber cerveja numa das festas parolas da cidade. Obrigado.

2 comentar

Click here for comentar
Sofia
admin
23 junho, 2012 23:30 ×

... e mai nada!

Gosto da tomada de posição.

Hoje não apareço, mas tou em pensamento enquanto trabalho por aqui com o teu som por companhia.

**
§

Reply
avatar
Azelpds
admin
24 junho, 2012 04:36 ×

Lá teve de ser, tanto a tomada de posição como o ventilar. :) No fundo a noite do início do mês no Transmission, por exemplo, já deu para notar algumas mudanças normais. :)

As pessoas estão muito mal habituadas e se não lhes pusermos um travão a coisa só irá piorar, especialmente a tendência de mal entrarem numa casa irem logo chatear o DJ invés de ouvirem a música ou de se divertirem.

Nesta aconteceu uma situação ou outra em que queriam faixa ou banda x e y mal entraram, que por acaso até já tinha passado para não variar.

"ah mas isso não estávamos cá, passa outra vez".
*Paciência meus amigos, a noite começou às 22h, já passa das 2h e não vou repetir faixas nem bandas, mas porque não desfrutarem da música que resta entretanto?*

Continuação de bom trabalho e obrigado pelas palavras. ;)

Reply
avatar