The Drought: Miríade de emoções



Vivemos tempos muito conturbados, todos sabemos disso. Ou pelo menos, quem está minimamente atento. No meio do caos, o funcionamento deste blogue, ou até da minha página no facebook que lhe serve de complemento, continua a seguir a filosofia de servir de escape. A partilha de certas realidades e notícias, salvo raras ocasiões, fica reservada para outros órgãos de informação, ou para outros contextos.

Numa altura em que o nosso país é afectado por uma seca que está a prejudicar com gravidade a agricultura, esta curta-metragem da autoria de Kevin Slack faz ainda mais sentido. O filme segue o percurso de um idoso que se dedica à arte de construir e vender guarda-chuvas num período com semelhanças ao que vivemos actualmente.

Assistir a estes 10 minutos é passar por imensas emoções. Somos assaltados pela ternura do senhor, ficamos tristes com a solidão da terceira idade, sorrimos com o observar da minúcia com que a personagem se dedica à sua profissão, ficamos encantados com as possibilidades de um guarda-chuva personalizado, com aquelas pequenas coisas parvas que por vezes são suficientes para nos justificar a vida. É o perfeito exemplo de uma narrativa que nos comove e deixa o coração apertado, do início ao fim.

2 comentar

Click here for comentar
Sofia
admin
26 março, 2012 23:06 ×

;)

Got to keep pushing the wheel, fortune will change eventually... it always does!
§

Reply
avatar
Azelpds
admin
26 março, 2012 23:26 ×

Ou pelo menos há que acreditar nisso para continuarmos a persistir. :)

Reply
avatar