XXIX (As direcções do respirar)

«Interrupções, pessoas a entrar e a sair do quarto. Existe uma tristeza sempre presente no olhar, falta espaço para sentir, para respirar, a dormência a espreitar a cada esquina. Seria fácil, morrer no cruzar de braços e no encolher dos ombros, no anonimato dos números. Ingenuidade.

Pausa, linhas dos dedos a cruzarem-se com a vida, a maneira como puxas o meu arnês é um compêndio de nós. Tenho a delicadeza dos teus pormenores no meu coração, basta-me isso, imergir nas torrentes de azul para que tudo fique mais simples, palpável, ao alcance de um sonho mais ambicioso.»

Nuno Almeida
Os Diários de A. & P.

2011

As direcções do respirar
Guardar [MP3, ZIP] Duração [22:35] Data: 01-08-2011

Playlist:
e-mail me