20-01-07: Carbono, Bar do Bairro e Paranoid & Android


Hmm, por onde começar o relato deste dia e noite algo alucinado...

Em primeiro lugar temos então a sessão de música efectuada na CARBONO de Lisboa, que pessoalmente acho que correu bastante bem, explorando-se a criação de um certo ambiente para a loja e não em manter certo estilo de ritmo como acontece muitas vezes em sessões noutro tipo de locais. O que depois de certos acontecimentos a acontecerem mais tarde, ainda mais piada teve.

A linha sonora na CARBONO foi variada como se previa (ver playlist no post anterior), indo bastante de encontro ao que a loja vende, como tal é um juntar o útil ao agradável na minha opinião. Tenho a agradecer às pessoas da loja mais uma vez por esta nova sessão, assim como a algumas pessoas conhecidas que acabaram por aparecer. Uma delas por mero acaso e que já não via há bastantes anos. :)


E depois disto, era suposto eu ter ido para casa após um pulinho na Jukebox para dizer um olá a algumas pessoas e dar uns passinhos de dança. Pois é, era suposto indeed... Lá me convenceram a jantar em LX e a ficar por lá, e a minha passagem mais tarde no Bar do Bairro para dizer um olá também acabou por ter contornos inesperados.

Visto que já tinha havido uma conversa acerca do assunto com uma pessoa que conheço, ao confirmar uma das noites de Fevereiro no BB propus que essa seria igualmente feita em conjunto com outra pessoa e não só por mim. E assim nasceu o projecto e ideia que dá pelo nome de Paranoid & Android lol. Como tal, as duas noites de Fevereiro agendadas no BB têm tudo para ser curiosas, e efectuadas por projectos de colaboração entre duas pessoas, com ambos a serem bem distintos entre si. 03-02-07 Renegades of Noize com o Saïd com um foco nas mais variadas vertentes de música electrónica, e 23-02-07 Paranoid & Android com outra pessoa focado na erm, variedade em geral lol. No fundo ambos os projectos são dados ao improviso e ao que der na cabeça das pessoas i guess. :)

Mas claro que a noite não iria acabar aqui, especialmente no BB. O som na casa estava meio marado, baixo e por aí adiante. E uma certa atitude algo arrogante e weird de quem estava a meter música na altura também não ajudou ao que se seguiu, basicamente a partir das 2h ter ido eu para a mesa meter música 0_0. Após acordo mútuo se queriam mesmo que isso acontecesse, ok na boa, visto que além dos CDs de sets com que ando sempre, tinha os meus normais por ter vindo da CARBONO à tarde. E o que se seguiu foi no mínimo curioso, especialmente a nível pessoal, visto que desde a primeira faixa (remix electro da Lilian de Depeche Mode) as coisas foram num ritmo alucinante nonstop, a tal ponto que na terceira faixa (Underworld salvo erro) algumas pessoas já pediam para meter mais alto repetidamente o som e meio eufóricas. Como tal foi giro fazer uma sessão bastante diferente à efectuada umas horas antes na CARBONO por motivos óbvios. No final não aceitei sequer receber por esta mini sessão inesperada porque a cena foi feita bue na boa, porque curto a casa e pessoal de lá também. É uma questão de ter-se gosto pelas coisas, e alguma humildade também e certa atitude, invés de certas noias como as vislumbradas nesta noite do bla bla porque até toquei em sitio x não preciso disto e daquilo...

Infelizmente, ou não dependendo do ponto de vista, não há playlist sequer da noite do BB porque não me deu para apontar, como costumo, num papel o que vou metendo. Do que me recordo, passou-se várias coisas além das citadas, acabando a noite com a Roads de Portishead e a versão da Losing My Religion de REM feita pelos Swandive, enquanto se ouviu pelo meio a Dudley de Yeah Yeah Yeahs, Chemical Brothers, Juno Reactor e outras coisas. Aqui resta-me também agradecer a quem lá esteve, e em largos aspectos às pessoas da casa por confiarem em mim para certas situações como a ocorrida no Sábado. :)

Depois foi a aventura de chegar a casa apanhando o primeiro comboio para o Cacém, que nem sequer fica para outra altura porque é daqueles filmes já habituais que já não há paciência, onde polícia nem ve-la. Mas depois temos operações stop nas estradas onde andam a ver se as pessoas têm cds gravados nos carros (wtf??), as famosas histórias de fiscalizações nocturnas à caça de multas, entre outras, enquanto motins iminentes nas estações de Entrecampos e Sete Rios, e nos respectivos comboios para Setúbal e Sintra depois, teimam em persistir sem haver alguma figura da autoridade por perto. Pa, xiça, sei que isto não dá dinheiro como a cena das multas, mas porra... Senti seriamente a minha vida a andar para trás mais uma vez nesta noite lol.

Oh well. :)

4 comentar

Click here for comentar
Extravaganza
admin
28 janeiro, 2007 17:51 ×

Esse padrão de zebra fica-te a matar... :)

Paranoid & Android, é? Aposto que vão passar montes de Radiohead :p

Reply
avatar
Azelpds
admin
28 janeiro, 2007 21:37 ×

É bem capaz, tudo a cortar os pulsos enquanto bebem uns copitos. :P

Mas hmm sim, Radiohead é quase certo, ou algo do disco a solo do senhor cabeça de rádio também neh? :P

Reply
avatar
Extravaganza
admin
28 janeiro, 2007 22:18 ×

Thom Yorke é garantido, a não ser que alguém censure :p

Reply
avatar
Azelpds
admin
28 janeiro, 2007 22:58 ×

Não há censura por estes lados. :p

Reply
avatar